BPO Financeiro para comércio: vale a pena?

BPO Financeiro para comércio: vale a pena?

Cada vez mais empresas estão recorrendo à terceirização de serviços para agilizar suas operações e reduzir custos. Nesse sentido, o BPO Financeiro para comércio ganha corpo e força.

Sabemos que os empreendedores do setor varejista lidam com uma verdadeira loucura diariamente: atendimento ao cliente, contato com fornecedores, publicidade, gestão de pessoas, entre tantas outras atividades. 

E outra área que toma um grande tempo é a gestão financeira. Ter um controle rígido de fluxo de caixa, entradas e saídas, pagamentos, recebimentos, conciliação bancária, entre outros aspectos que exige bastante do gestor.

É aí que entra a oportunidade da terceirização com o BPO Financeiro para o comércio. Quer saber mais? Confira o artigo abaixo!

O que é BPO financeiro?

Antes de tudo, vamos conceituar o que é BPO Financeiro. Muitos negócios, desde pequenos empreendimentos a grandes empresas, optam por terceirizar processos. E uma dessas áreas costuma ser o financeiro. 

Nesse aspecto entra o BPO (Business Process Outsourcing, ou Terceirização de Processos de Negócio). No caso do BPO Financeiro, a terceirização dos processos financeiros cuidaria das finanças da sua empresa, enquanto você pode se dedicar a outras áreas realizadas à sua empresa. 

Muitas vezes, as empresas podem se beneficiar da implementação da prática de BPO, o que significa que mais flexibilidade e eficiência de custos podem ser alcançadas. Mas o BPO não deve ser confundido com a terceirização tradicional. 

Embora a terceirização não seja um conceito novo, geralmente se refere quando um trabalho é retirado do local. Mas com o BPO Financeiro, as atividades financeiras são atribuídas a uma equipe especializada e focada nessa área. Mas vale lembrar que a decisão final continua sempre com o proprietário do negócio.

Leia também::: Contabilidade 4.0: entenda o que é e como funciona

E como o comércio pode aproveitar isso?

Como mencionado, a terceirização do financeiro não significa que o gestor não terá mais controle sobre suas finanças. Ao contrário: para que tudo ocorra conforme o planejamento, é fundamental que o dono do comércio seja também o gestor financeiro.

A grande diferença é que ele passará a atuar apenas como um tomador de decisões, baseado sempre em dados, relatórios, planilhas e todo o tipo de informação a mais que precisar, fornecida pelo profissional de BPO Financeiro. 

Isso permitirá ter decisões mais assertivas, baseadas na realidade atual. Além disso, o profissional de BPO Financeiro também atua como consultor, indicando oportunidades e novas possibilidades de crescimento.

Somado a isso, o BPO Financeiro para comércio presta ainda as seguintes atividades:

Gestão do fluxo de caixa

Um dos maiores problemas dos comércios é a gestão de fluxo de caixa. Com o BPO Financeiro, essa área passa a ter maior assertividade. Além de acompanhar todas as entradas e saídas de caixa, o dono do comércio conhece mais profundamente a saúde financeira do seu negócio.

Contas a pagar e a receber

O BPO Financeiro também oferece a terceirização de contas a pagar e a receber, permanecendo a gestão com o proprietário do estabelecimento comercial. 

Esse processo é de fundamental importância aos comércios, para que não ocorram furos no caixa, ou então que alguma conta deixe de ser paga, acarretando gastos extras com juros e multas. 

Além disso, quando falamos em contas a receber, elas incluem ainda a emissão de boletos e notas fiscais, que sem o conhecimento ou softwares específicos, podem acarretar um grande trabalho para as empresas.

Conciliação bancária

Esse é outro ponto vital para qualquer empresa, visando garantir que as movimentações financeiras no negócio e o valor existente nas contas bancárias coincidam. Com o BPO Financeiro, auxiliado por um software especializado em gestão financeira do seu negócio e de gestão dessas tarefas, esse trabalho pode ser automatizado, evitando furos e identificando rapidamente qualquer erro.

Gestão da documentação

O gerenciamento da documentação da empresa é outro serviço que pode ser incluído no BPO Financeiro. Desta forma, o profissional de BPO passa a ficar responsável pela auditoria e arquivamento dos documentos financeiros.

Aplique no seu negócio

Como ficou evidente no artigo acima, vale realmente a pena adotar o BPO Financeiro no seu comércio. Ele lhe dará mais agilidade, confiabilidade e segurança nas suas informações financeiras.

Além disso, você não perderá tempo com essa área, e também não precisará contratar alguém exclusivamente para realizar essas atividades internamente na sua empresa, o que representaria um custo muito maior se considerarmos salário, impostos, entre outros benefícios que precisam ser pagos a um funcionário.

Espero que tenha gostado do artigo sobre BPO Financeiro para o comércio. E para mais dicas e informações, nos siga nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Youtube.

Bora decolar no BPO 🚀🚀🚀

Rolar para cima